Blog

Red Bull Collect Art: um pouco da criação de todos

Adobe e Red Bull estão convidando artistas de 85 países para fazerem parte do Red Bull Collective Art, um projeto que pretende criar a maior obra de arte coletiva do mundo.

Cada um poderá contribuir da maneira que quiser, seja com pintura, desenho ou rabisco. Para participar, é preciso se cadastrar no site e escolher uma data entre 11 e 24/03. Uma hora antes de seu tempo começar, você receberá um alerta.

Quando a janela do tempo se iniciar, você deverá baixar o arquivo e dar continuidade ao trabalho do último colaborador e, em seguida, enviar o arquivo para o próximo da lista. Para começar o projeto, foram convidados 27 artistas de diversos países, como Coreia do Sul, Itália, Estados Unidos, Romênia, Alemanha e Japão.

As inscrições podem ser feitas até 23/03 e os participantes vão receber uma cópia gratuita do Adobe Creative Cloud. O resultado deste projeto coletivo será apresentado em uma exposição itinerante que será levada a diversos países, a partir de maio.

 Esta reportagem foi publicada originalmente no Promoview, e agora no Com:Atitude, de acordo com parceria que os dois portais mantêm

Feira de arte começa hoje em São Paulo e atrai investimento das marcas

O pavilhão da Bienal, no Parque do Ibirapuera em São Paulo, tem suas portas abertas hoje (12) para os visitantes da 7ª Feira Internacional de Arte de São Paulo (SP-Arte). A organização do evento espera o movimento de 16 mil pessoas que conhecerão os 89 expositores – 14 estrangeiros – deste ano. A SP-Arte vai até domingo (15).

Pavilhão da SP-Arte em edição de 2010

Em 2005, ano da estreia da SP-Arte, eram apenas 41 expositores, que pularam para 79 no ano passado. Fernanda Feitosa, criadora do evento, explica que o crescimento está relacionado ao aumento do interesse e do mercado: “não adianta colocar cinquenta novos participantes de uma vez se todos os espectadores não podem dar a mesma resposta no ritmo de vendas”, afirma. Este crescimento pode ser demonstrado pelos números mais recentes: em 2010, a SP-Arte teve aumento de 15% de vendas em comparação ao ano anterior, foram R$ 32 milhões de comércio direto de obras artísticas.

O Itaú e a Oi são os principais patrocinadores do evento que já possuem um vínculo estreito com a dimensão cultural. O Instituto Oi Futuro – como abordamos no Com:Atitude – possui centros de exposições e apresentações com seleções públicas de projetos para patrocínio. Seus principais critérios no apoio à cultura são: diversidade, democratização do acesso, contemporaneidade e desenvolvimento da área cultural em si. No evento, a Oi desenvolveu um aplicativo mobile que servirá como guia digital para os visitantes e fornecerá dicas da feira, roteiros específicos, entrevistas e fotos dos diferentes ambientes.

Já o Itaú investe na cultura brasileira desde 1987, com a fundação do Itaú Cultural, centro localizado em São Paulo que promove exposições, espetáculos de dança e teatro e shows. Assim como a Oi, o banco mantém um programa de patrocínios culturais, lançado em 1997, o Rumos Itaú Cultural.