Blog

Skol Sensation inova e surpreende os sentidos do público

A quinta edição do Skol Sensation vai transportar o público para uma jornadaque promete conectar milhares de pessoas em uma mesma energia e despertar os sentidos com uma produção jamais vista em um evento no Brasil.

Com o tema “Innerspace”, essa noite épica acontecerá noPavilhão de Exposições do Anhembi, no dia 15/06, e levará as 40 mil pessoas vestidas de branco a terem uma nova e incrível experiência, ainda mais moderna e inovadora.

Uma Flor de Lótus, materializada no palco central, e sete momentos hipnotizantes programados para acontecerem ao longo da noite, representarão os chakras da energia de cada um, elemento que permeia todo o conceito do espetáculo.

Além do palco com dez metros de altura que contará com pétalas iluminadas gigantes, a estrutura do evento é composta também por elementos móveis: um sistema com 170 bolas retroiluminadas penduradas no teto que descem até a altura do público e sobem novamente por diversas vezes, em um balé coreografado com os diferentes momentos do show.

A megacenografia montada nos 80 mil m² cobertos do Anhembi veio diretamente da Holanda. As performances feitas por dançarinas voltam repaginadas para essa edição, com coreografias aéreas e muitos efeitos especiais.

“O Skol Sensation sempre foi reconhecido por ser uma ocasião diferenciada deentretenimento, performances, música eletrônica, cenografia e luz. Para esta edição, estes elementos estão ainda mais alucinantes. O nosso objetivo é oferecer ao público uma experiência completa de entretenimento, uma festa inesquecível, que mostre uma forma diferente de ver o mundo, conta Fábio Baracho, diretor de marketing da Skol.

Michael Hekking, diretor comercial e de marketing global do Sensation, fala sobre a temática do edição: “Com o tema deste ano, vamos reforçar a importância da conectividade, do curtir e sentir junto. Será uma jornada fantástica”, explica.

Para esta edição, o Skol Sensation preparou grandes novidades. Como iniciativa nunca realizada no Brasil, a festa irá começar antes mesmo do primeiro DJ subir à cabine no Anhembi.

Para isso, será realizado um warm-up em quatro estações do metrô. Antecipando a energia da festa, o espaço estará customizado e receberá elementos característicos do evento, além de muita música eletrônica de diferentes estilos. E não para por aí.

Serão instalados detectores Skol Sensation em forma de portal, logo após as catracas na Estação Tietê. Ao passar por eles, as pessoas deverão apertar um botão. Uma luz verde e uma vermelha irão se acender alternadamente e se a luz verde permanecer acesa a pessoa será premiada, junto a um de seus acompanhantes, com upgrades dos ingressos e serão levadas ao evento em grande estilo: de limusine.

Depois do sucesso na edição passada, o Beats Club – que em 2012 teve uma pista de dança secreta dentro do Skol Sensation – volta ainda melhor e maior em 2013.

O local será um segundo dancefloor do evento e proporcionará uma experiência sensorial que irá mexer com o público da festa. No ambiente, um dos diferenciais será o estilo musical, que contará com um line-up exclusivo, mais com o estilo deep house, compondo o lado mais edgy e trendy de Skol Beats.

Ainda sobre o Beats Club, como iniciativa inédita, a Skol levará todo o agito do espaço para outras capitais do Brasil. No mesmo dia da festa, uma casa noturna de cada cidade será “transformada” e os presentes terão uma amostra da experiência do Skol Sensation,  por meio de uma transmissão live streaming do evento.

Outro ponto alto exclusivo é a degustação em primeira mão de um novo líquido de Skol Beats. O público de todas as áreas do evento terá o privilégio de experimentar o lançamento da marca, que tem como principal diferencial o teor alcoólico de 6,9%. E não será apenas no Skol Sensation. O Beats Club de cada uma das outras cidades também vai receber a degustação em primeira mão.

O Skol Sensation também traz novidades na parte gastronômica. O jantar Diamond, será na cobertura do Shopping JK Iguatemi e contará com a assinatura do chef Felipe Bronze que  desenvolverá um cardápio especial para o jantar tendo como base a desconstrução dos ingredientes da cerveja e a cor branca.

A escolha do chef deu-se por conta do seu olhar inovador para a cozinha em integração com o DNA de do evento, que sempre está em busca de novidades.

O serviço Diamond apresenta ainda as Exclusive Tables, instaladas em uma área de acesso restrito e com vista privilegiada do Skol Sensation, onde grupos de seis amigos terão espaço reservado e serviços de garçom exclusivo durante toda a noite.

O serviço by air, mantido para essa edição estará disponível tanto para os ingressos individuais Diamond quanto para as Exclusive Tables, vendidas em grupo, nas quais os vôos exclusivos para o grupo serão feitos no sofisticado helicóptero Augusta. A compra deverá ser feita diretamente com o concierge do Skol Sensation por meio de um e-mail.

Universitários fãs do Skol Sensation terão mais um motivo para comemorar. Nesse ano, o evento abre o programa de “Experiência Skol Sensation” que selecionará estudantes para participar de toda a preparação da festa. Para participar basta ter boa vontade, ser engajado e estar disposto a aprender.

Não é necessária experiência prévia e as vagas disponíveis contemplam diferentes áreas. Ao final, o estagiário receberá um certificado de participação que comprovará a experiência de ter trabalhado no evento mais inovador do País.

“O Skol Sensation é um marco no entretenimento brasileiro. Ficamos orgulhosos de trazer para o Brasil um evento sofisticado e grandioso que mostra a cada edição a sua consolidação com o público”, conta Fernando Elimelek, presidente da Playcorp, empresa com ampla expertise em eventos e produtora do Skol Sensation no Brasil. Marcelo Flores, diretor da empresa, complementa: “Vamos surpreender a todos com uma experiência ainda mais intensa e emocionante, em uma super produção jamais vista antes”.

Consolidado como um evento de vanguarda, o Skol Sensation é reconhecido por apresentar DJs conceituados e promessas da música eletrônica de todo o mundo. As atrações serão divulgadas em breve.

Dress Code Ganha Parceiro de Peso

O evento, que é considerado referência quando o assunto é moda e estilo, é famoso por seu dress code branco e, por este motivo, trata o assunto com primor. A prova disso é que para esta edição foi escolhida a marca John John, que por ter toda a sinergia com o espetáculo, será a responsável pela plataforma “moda” do Skol Sensation.

Consumo Responsável

Como em todos os eventos de Skol, a organização manteve a estrutura para estimular o público a não ir de carro e a curtir o Skol Sensation à vontade. Em 2011 e 2012, mais de 50% das pessoas foram ao evento de metrô na ação que é sucesso desde a primeira edição. Junto com os ingressos, está incluso um passe de ida e volta para o metrô e, ao descer na estação Tietê, um ônibus gratuito estará disponível.

O público terá fácil acesso a táxis e há ainda um serviço de van em domicílio, com hora marcada (custo por conta do contratante), que irá levar e trazer os frequentadores por um preço especial. Mais de 8000 vagas de “Estacionamento Amigo” estarão disponíveis no local, que terão horário de funcionamento estendido até 16h do dia seguinte. Desta forma, o público poderá deixar o carro no estacionamento e, se quiser, pegar um táxi de volta para casa e retornar no dia seguinte para buscar o veículo.

 Esta reportagem foi publicada originalmente no Promoview, e agora no Com:Atitude, de acordo com parceria que os dois portais mantêm

Giraffas e Instituto Ayrton Senna celebram o Dia de Comer Bem

A Giraffas e o Instituto Ayrton Senna fazem parceria e celebram o Dia de Comer Bem. A rede de restaurantes promove a ação amanhã, dia 6, em todas as suas lojas com o objetivo de criar uma reflexão sobre a alimentação infantil. Parte do lucro do GiraPrato, voltado para as crianças, e da linha Dicas Leves será doado à instituição. A iniciativa marca o início de uma relação com a organização não governamental que durará o ano inteiro.

Giraffas,Instituto Ayrton Senna,parceria,doações

*Por Ana Paula Hinz. Esta matéria foi publicada originalmente no portal Mundo do Marketing, e agora no Com:Atitude de acordo com parceria que os dois portais mantêm.

Senna: uma marca que permanece viva e forte 19 anos após sua morte

A morte de Ayrton Senna completa 19 anos em 2013, mas a imagem do piloto de Fórmula 1, que teria feito 53 anos na semana passada, continua viva na memória das pessoas. As conquistas e o carisma fizeram dele um herói brasileiro que se mantém em destaquedevido ao seu sucesso nas pistas, à escassez de ídolos esportistas no país e ao trabalho desenvolvido pelo Instituto Ayrton Senna.

Os diversos fatores transformaram o atleta em uma marca que remete a valores como garra, determinação e patriotismo. Além disso, a organização que leva o seu nome tem como foco ações em prol da educação, o que contribui para que sua figura também seja atualmente sinônimo de responsabilidade social. Graças a isso, o Instituto Ayrton Senna funciona com doações de pessoas físicas, de empresas e por meio do licenciamento de produtos relacionados ao esportista. Hoje 55% do faturamento da entidade vêm de quase 700 produtos licenciados com três marcas ligadas ao seu nome.

As marcas Ayrton Senna (assinatura do piloto), Duplo S (em formato de pista de corrida) e Senninha (personagem em desenho) têm a função de captar recursos para a organização, levar valor às empresas parceiras e marcar presença entre os consumidores para reforçar a imagem do esportista. “Ao se associarem a essas marcas, as empresas não só fazem uma ação de Marketing como também realizam uma ação social”, destaca Irineu Villanoeva Júnior, Gerente de Marketing do Instituto Ayrton Senna, ementrevista ao Mundo do Marketing.

Instituto Ayrton Senna,Fórmula 1,piloto,responsabilidade social

Valores e força
Ayrton Senna foi campeão mundial nos anos de 1988, 1990 e 1991, sendo o piloto mais jovem a conquistar um tricampeonato na Fórmula 1. O recorde durou até 2012, quando Sebastian Vettel venceu por três anos consecutivos. A relevância na modalidade de automobilismo em comunhão com sua postura fora das pistas transformaram Senna em um exemplo de brasileiro. “Ele foi um vencedor e tinha uma imagem muito boa. Por isso que até hoje está associado à dedicação, persistência, foco e carisma. Ele mudou a forma como o brasileiro acompanhava as corridas”, avalia Fabio Wolff, Sócio e Diretor da Wolff Sports & Marketing, em entrevista ao portal.

Os poucos ídolos esportistas no país contribuem para que a sua relevância nacional seja lembrada com ainda mais intensidade. Em comparação com outros países, como os Estados Unidos, por exemplo, o Brasil tem poucos nomes que alcançaram tal patamar. Apesar de muitos terem tido certa notoriedade, é raro que os atletas trabalhem suas carreiras de forma profissional, com gestão, planejamento e criação de marca. “Uma coisa é estar no auge e ser conhecido e outra é continuar querido pelas pessoas quase duas décadas depois de morrer”, avalia Rafael Plastina, Diretor da Nielsen Sports, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Uma pesquisa desenvolvida pela divisão de esportes da Nielsen, entre 2007 e 2011 mostra que Ayrton Senna não só aparece entre os esportistas mais lembrados do país como a lembrança do seu nome cresceu mais de 60% e a admiração das pessoas por ele aumentou mais de 40% no período. “O Ayrton marcou gerações e o instituto resolveu de uma forma muito acertada trabalhar a imagem dele”, destaca Rafael Plastina.

Visão positiva e vínculo emocional
A imagem do tricampeão é trabalhada por meio das marcas da organização e de ações que visam manter sua memória viva, como exposições, filmes e eventos. Todos os negócios gerados são revertidos nos programas educacionais do Instituto Ayrton Senna, o que agrega características como cidadania e responsabilidade social à figura do piloto. Ao mesmo tempo, os atributos do atleta, como determinação e garra, fazem parte do conceito e das iniciativas da ONG.

Instituto Ayrton Senna,Fórmula 1,piloto,responsabilidade social

A fusão entre os valores e a imagem de ambos é um dos pontos fortes das marcas Senninha, Duplo S e Ayrton Senna e uma particularidade que contribui para que o instituto seja um caso singular no mercado. “Quando fazemos um estudo sempre analisamos outras marcas nas quais podemos nos inspirar, mas nesse caso não encontramos outras personalidades no país e nem no exterior que viraram marcas com esse peso”, conta Ana Moura, Sócia e Diretora da FutureBrand, empresa que presta consultoria à ONG na área de branding.

Grande parte dessa força está na empatia que as pessoas têm pelo piloto e pelo trabalho do instituto, o que influencia o diálogo com o consumidor e com as potenciais empresas parceiras. “Tudo o que uma marca mais quer é criar um vínculo afetivo com os seus públicos e o instituto já parte disso construído. Nas nossas pesquisas, não houve nenhuma pessoa com a qual conversamos que não tenha demonstrado uma prospecção positiva e uma ligação emocional com a marca”, destaca Ana Moura.

Instituto Ayrton Senna,Fórmula 1,piloto,responsabilidade social

Modernização das marcas
Essa predisposição ajuda o instituto a receber doações e a negociar a inserção de suas marcas em produtos, colaborando para que os licenciamentos representem 55% da arrecadação total. Hoje são mais de 680 itens licenciados, que contribuem para que sejam investidos R$ 20 milhões anualmente para impactar cerca de 2 milhões de crianças e adolescentes do país por meio de programas que identificam problemas na educação pública, desenvolvem soluções, aplicam e disponibilizam conhecimento.

Por causa dessa importância, a consultoria da FutureBrand pretende ajudar a organização a encontrar as melhores estratégias para desenvolver ainda mais suas marcas. “Concorremos com muitas outras marcas que são licenciadas e por isso precisamos nos atualizar e modernizar para acompanhar a evolução do mercado”, analisa Irineu Villanoeva Júnior, do Instituto Ayrton Senna.

Entre os pontos que precisam ser avaliados e talvez reposicionados está a marca Senninha, que  perdeu força entre as crianças nos últimos anos. O fato de não ter uma animação sendo exibida na televisão e de existirem muitos personagens concorrentes são alguns dos motivos. Apesar disso, a figura tem como vantagem o fato de conseguir dialogar também com o público adulto. “As pessoas que viram o Senna correr veem no personagem uma continuação do piloto. Nós fazemos também muitos eventos em que ele é o porta voz e vemos que funciona como uma forma de um pai se conectar com seu filho contando quem foi o Senna”, explica Irineu.

Instituto Ayrton Senna,Fórmula 1,piloto,responsabilidade social

Novas gerações e oportunidades
Além dos eventos e produtos com a marca Senninha, foi recentemente relançada a revista em quadrinhos na versão passatempo. A iniciativa é uma forma de se aproximar das crianças e faz parte das ações voltadas para as novas gerações. Entre elas, as redes sociais são uma importante plataforma de comunicação do instituto.

A fanpage, por exemplo, conta com mais de 1 milhão e 400 mil fãs. “O Ayrton é uma forma de as pessoas se conectarem ao instituto e vice e versa. Hoje os jovens estão muito ligados ao tema da responsabilidade social e o fato da organização levar o nome do piloto faz com que eles tenham interesse em conhecer sua história”, destaca o Gerente de Marketing do Instituto Ayrton Senna.

As redes sociais, as ações de endomarketing, a publicidade por meio do espaço cedido gratuitamente pelos veículos de comunicação e os eventos são formas de divulgar a ONG e de relembrar as conquistas do piloto. Em 2014, quando o acidente que tirou a vida do atleta completa 20 anos, ocorrerão uma série de iniciativas celebrando o legado deixado por ele e o aniversário do instituto. “Será um momento muito interessante porque o mundo inteiro vai olhar para o Brasil por causa da Copa e o Ayrton é um nome muito forte também no exterior, como no Japão. Isso traz ainda mais oportunidades para nós”, opina Irineu.

*Por Ana Paula Hinz. Esta matéria foi publicada originalmente no portal Mundo do Marketing, e agora no Com:Atitude de acordo com parceria que os dois portais mantêm.