A inovação é, claramente, a palavra-chave da identidade da marca Google, apoiada no exercício da criatividade e descoberta. Essas características são originárias dos líderes da empresa, Larry Page e Sergey Brin – e a busca para a universalização do conhecimento – passam pela cultura interna – conhecida por fornecer ambientes de trabalho divertidos e despojados – e vão até a criação de programas que concretizam estes fundamentos. Como exemplo está o Google Science Fair, concurso que premiará jovens cientistas e seus projetos relevantes ao contexto atual.

Google disponibiliza suas plataformas para inscrição de projetos científicos

O programa é uma parceria do Google com a Lego, o CERN (Organização Europeia para Pesquisa Nuclear, na sigla em inglês) e as duas maiores publicações científicas, National Geographic e Scientific American. Jovens de 13 a 18 anos de todo o mundo podem inscrever seus projetos individuais ou em equipes de no máximo três membros até o dia 4 de abril.

Estes projetos serão julgados por uma comissão técnica que, por sua vez, selecionará 60 deles, que irão para votação na internet no início de maio. Desta etapa, serão escolhidos 15. O próximo filtro acontece em um evento na sede do Google na Califórnia, nos Estados Unidos, dia 11 de julho. Um finalista de cada faixa etária (13-14; 15-16; 17-18) será selecionado e um deles será o Grande Vencedor. Uma viagem para as Ilhas Galápagos é o prêmio principal, além de bolsas de estudo de no máximo US$ 50 mil e outros prêmios. Sobre a possível doação de recursos para a concretização dos projetos vencedores, nada foi comunicado.

Ferramentas facilitadoras
A inscrição dos projetos científicos é feito a partir da tecnologia do próprio Google. Cada equipe ou jovem inscreve sua ideia e cria o seu Google Site. Nele, todas as informações do projeto são inseridas, além de um vídeo ou apresentação.

Outro exemplo da incorporação das tecnologias do Google para objetivos maiores é o Google For Nonprofits, programa da empresa que disponibiliza “gratuitamente ou a preços muito baixos” sua suite para alavancar os processos de organizações não governamentais.

ONGs aumentam seu alcance com as ferramentas do Google

O AdWords, serviço do Google que pode atrelar um site à determinadas palavras de busca, é a principal ferramenta utilizada pelas ONGs. A Direct Relief International, organização que fornece assistência médica a comunidades pobres ou que sofreram com desastres naturais, por exemplo, registrou aumento em seu nível de doações após aderir ao serviço.

Enquanto o Google Science Fair está diretamente relacionado às ambições da marca em criar novas oportunidades de geração de conhecimento, o Google For Nonprofits é uma ação que se limita à disponibilização de seus serviços-base para um bem maior. De qualquer maneira, ambos os projetos expõem a atitude social da Google em posicionar-se como uma marca engajada, que dialoga com os interesses múltiplos de seu extenso público.